Você está aqui: Página Inicial > home > Notícias > Secretaria de Portos apresenta projetos a investidores italianos

Secretaria de Portos apresenta projetos a investidores italianos

Publicada em 25.02.2016
por Assessoria de Comunicação Social última modificação: 29/02/2016 10h21

O ministro Helder Barbalho, da Secretaria de Portos da Presidência da República, apresentou nesta quinta-feira, 25/2, a investidores italianos a carteira de investimentos em áreas portuárias no Brasil para os próximos anos, que somam R$ 51 bilhões.

“Não há crise no setor portuário”, disse o ministro. A apresentação aconteceu na primeira reunião sobre memorando de entendimento Brasil-Itália, sobre portos, realizada no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, em Brasília, e promovida também pela embaixada italiana. “Quem participar desta oportunidade terá retorno certo, com segurança jurídica e apoio governamental.”

Na apresentação que fez, o ministro mostrou os mais recentes números do setor. Entre eles está o recorde de movimentação de cargas nos portos brasileiros, que em 2015 superou a marca de 1 bilhão de toneladas. Segundo a mais recente versão do Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP), as projeções mostram que a movimentação deve chegar a 1,8 bilhão de toneladas, em 2042.

Uma das oportunidades apresentada por Helder Barbalho, está o 2º Leilão de áreas Portuárias, que será realizado no dia 31/03, na sede da Bovespa. Serão ofertadas 6 áreas, todas no estado do Pará. O ministro disse que existem mais 20 áreas portuárias e o terminal de passageiros de Salvador, cujos editais já foram liberados pelo Tribunal de Contas da União.

O ministro mostrou aos italianos que o governo federal está construindo novas rotas para escoamento da produção agrícola do Centro Oeste pelos portos do Arco Norte, como Vila do Conde, em Barcarena (PA), onde está uma das áreas que vão a leilão. A nova rota é mais econômica para os grãos do Centro-Oeste do que pelos portos de Santos e Paranaguá, segundo projeções da Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja).

Em esforço conjunto do governo para as novas rotas, enquanto a SEP cuida dos portos, estão na agenda do governo, pelo Ministério dos Transportes, obras relacionadas aos modais rodoviário, ferroviário e hidroviário: a concessão da rodovia já existente BR-163 de Sinop (MT) ao Porto de Miritituba (PA) e a extensão da BR-163 entre Miritituba e Santarém (PA), além das ferrovias Norte e Sul e Lucas do Rio Verde-Miritituba e foi licitada obra que permitirá a navegabilidade na hidrovia do Rio Tocantins durante todo o ano, independentemente das chuvas.

Os investimentos no setor portuário estão acontecendo. De cerca de R$ 47 bilhões previstos para os próximos anos em investimentos privados, aproximadamente R$ 7,4 bilhões já foram contratados.

O ministro está fazendo uma série de apresentações sobre as oportunidades de investimento em áreas portuárias no Brasil em preparação ao leilão de 31/3. Na véspera, 24/2, foi em São Paulo, e para as próximas semanas, estão na agenda, Belém, no dia 3/3, e Cuiabá, em 8/3.

 

 

Assessoria de Comunicação Social
Secretaria de Portos - SEP/PR
comunicacaosocial.sep@portosdobrasil.gov.br
twitter.com/portosdobrasil
Fone: +55 (61) 3411 3702/3714